terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Os dias da freguesia: 31 de Dezembro de 1891

A terminar esta sequência de dados estatísticos do último quartel do século XIX, referência aos alambiques existentes no concelho de Tomar em 1891, num total de 50, dos quais quatro na freguesia de Asseiceira.
Aqui, estávamos na média, apenas atrás da Madalena, Serra e Tomar.

Os dias da freguesia: 31 de Dezembro de 1890

Em 1890 temos dados populacionais mais concretos, uma vez que foi ano de Censos, devidamente registados nos Anais. A freguesia de Asseiceira tinha então 573 fogos com 2333 habitantes. Comparativamente com os dados de 1877, havia menos 47 habitações, e a nossa freguesia tinha sido ultrapassada nesse capítulo por Casais e Olalhas.
Há ainda registo para o movimento demográfico do ano, no qual a Asseiceira registou mais um nascimento que as Olalhas, mas se ficou atrás de Paialvo. O saldo, porém, foi claramente positivo, com mais do dobro de nascimentos em relação a óbitos (bons velhos tempos...), o que mais nenhuma freguesia conseguiu, sendo que algumas tiveram mesmo saldo negativo, caso da freguesia de Tomar com apenas 131 nascimentos para 212 falecimentos.

Os dias da freguesia: 31 de Dezembro de 1884

Avançando mais três anos, analisemos outras estatísticas referentes à produção agrícola. Em 1884 temos dados referentes às freguesias de Asseiceira e Madalena que nos ajudam a perceber uma de duas coisas: ou em 1881 houve algum grave prejuízo na vinha da nossa freguesia, ou uma falha clara nos registos. Isto porque em 1884, os dados citados pelos "Anais" referem um total de 350 pipas de produção local, contra apenas 50 na Madalena (eram aí 220 em 1881).
Os restantes dados referem-se a cereais, de que o trigo era então a principal produção, seguido de milho e cevada e de aveia.

Os dias da freguesia: 31 de Dezembro de 1881

Quatro anos depois, em 1881, temos indicação da produção de vinho no âmbito concelhio, e aqui estávamos claramente no fundo da tabela, com apenas 18 pipas de tinto e 6 de branco produzidas. Perto, apenas Alviobeira, com mais cinco pipas de tinto, mas que, como vimos antes, tinha menos de um terço dos habitantes. Até Casais, que tinha um número de habitantes semelhante, produziu um total de 115 pipas.

Os dias da freguesia: 31 de Dezembro de 1877

O final do ano é sempre tempo de fazer balanços, e isso não é só de agora. Com base nos "Anais do Município de Tomar" compilamos nesta e nas mensagens seguintes, despedindo-nos deste primeiro ano civil da Biblioteca de Temas Linhaceirenses, várias informações de carácter estatístico que nos ajudam a perceber um pouco melhor como era a freguesia de Asseiceira entre os anos de 1877 e 1891.
Começamos pelo número de fogos (casas de habitação) existentes em 31 de Dezembro de 1877 no concelho de Tomar, de acordo com a respectiva Comissão de Recenseamento. Asseiceira tinha 620, depois dos 1200 de Tomar e 820 da Serra, o que fazia dela a terceira freguesia mais populosa.

Os dias da Linhaceira: 31 de Dezembro de 1933

O dia 31 de Dezembro de 1933, faz hoje 80 anos, terá sido encarado pelos linhaceirenses de então, provavelmente, apenas como mais um final de ano. Para a História, porém, ficou o facto de se ter realizado nesse dia a primeira reunião lavrada em acta da Confraria de Nossa Senhora do Conforto dos Aflitos. Nela participaram o juiz Joaquim Alves Garcia, o tesoureiro Feliciano Silvério, o secretário Manuel Lopes Júnior e os vogais Miguel Alves Garcia, Raimundo Pereira de Sousa, David Duarte e Luís Lopes Franco.
O ponto único tratado na reunião foi a apreciação das contas desse ano.

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Os dias da Linhaceira: 30 de Dezembro de 1994

Na retrospectiva concelhia do ano 1994, o jornal O Templário considerou o pintor linhaceirense Pedro Gilberto como a revelação do ano nas artes plásticas graças à sua exposição na Casa Vieira Guimarães em Agosto.

domingo, 29 de dezembro de 2013

Os dias da freguesia: 29 de Dezembro de 1878

No dia 29 de Dezembro de 1878, segundo os "Anais do Município de Tomar", o antigo curral da extinta vila de Asseiceira foi arrendado por dez anos a Francisco de Melo, ferreiro, por 800 réis cada ano.





sábado, 28 de dezembro de 2013

Os dias da Linhaceira: 30 de Dezembro de 1951

De vez em quando descobrimos preciosidades como esta. São dois conjuntos de duas quadras cada, muito singelas de conteúdo, mas bem trabalhadas na forma, publicados no jornal Cidade de Tomar de 30 de Dezembro de 1951.
O que têm de extraordinário é tratarem-se, segundo os respectivos títulos, de "Quadras alusivas à povoação de Linhaceira" e  de "Quadras alusivas ao Rancho do Amor". Trata-se dos mais antigos registos escritos de carácter literário de que temos conhecimento dedicados à Linhaceira.
Sem indicação de autor, podemos ainda assim tecer algumas conjecturas quanto à sua possível autoria, sendo bastante provável, pelas datas em causa e pelas temáticas, bem como pelo jornal onde foram publicadas, que fossem escritas por Manuel Martins Cobra, ou então produção colectiva do Rancho do Amor, de que ele próprio era ensaiador. Mas não temos dados mais concretos que avalizem esta ideia.


sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Os dias da freguesia: 30 de Dezembro de 1839

No dia 30 de Dezembro de 1839, João Ferreira, em representação do tesoureiro do Junta da Paróquia de Asseiceira, José Godinho, apresentou na Câmara de Tomar o livro de contas do extinto Convento de Santa Cita, que apresentava os seguintes saldos pela época da também extinção do concelho de Asseiceira: 60$350 réis em 1835 e 44$960 em 1836.

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Os dias da freguesia: 24 de Dezembro de 1884

No dia 24 de Dezembro de 1884, foram vendidos do Pinhal de Santa Cita, segundo os "Anais do Município de Tomar", 28 sobreiros e 30 pinheiros.
Não consta que se destinassem a árvores de Natal, tradição que ainda não estava enraizada por estes lados.

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Os dias da freguesia: 23 de Dezembro de 1874

Não terá sido com certeza para o presépio, mas no dia 23 de Dezembro de 1874, a Câmara Municipal  de Tomar concedeu várias licenças para criação de gado, entre elas a António do Vale Sousa de Meneses Mexia, morador na cidade, para as propriedades que tinha na Guerreira. Ao todo, 500 ovelhas, 200 cabras, 200 porcos e 100 bois.

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Feliz Natal

Cumprem-se hoje nove meses exactos da criação da Biblioteca de Temas Linhaceirenses. Durante este tempo, e fiéis ao objectivo que nos propusemos, publicámos (pelo menos) uma mensagem por dia, recuperando factos mais ou menos significativos do nosso passado comum e garantindo que a sua memória perdurará na blogosfera.
Foram mais de 300 mensagens publicadas, com mais de 12 mil visualizações, fecundas discussões que ajudaram a perceber melhor algumas das questões levantadas, e acima de tudo um carinho muito grande que os leitores foram sempre manifestando.
Nove meses depois, é véspera de Natal, e é extraordinário como as datas (que são o centro de tudo num blogue que vive de efemérides) continuam a provocar coincidências tão felizes.
A Biblioteca de Temas Linhaceirenses deseja, pois, a todos os linhaceirenses, a todos os habitantes da freguesia e aos seus leitores em geral, um Natal muito doce e feliz!



Os dias da Linhaceira: 24 de Dezembro de sempre

Uma das tradições natalícias que continuam mais vivas, na Linhaceira, são os velhoses. O nome dos nossos fritos natalícios continua a intrigar quem é de fora, e pensa que são filhós, ou que a designação correcta, no plural, devia ser os velhós.
Mas não. Este é um nome que provavelmente deriva de uma corruptela de filhós, mas que na nossa região ganhou uma vida própria: um velhós, vários velhoses. E atenção, trata-se de um nome masculino. pelo menos aqui, na Linhaceira, é assim.
A massa fica a levedar num alguidar de barro:


E os velhoses são fritos em óleo sempre que possível na antiga lareira, embora já nem sempre em lume de lenha.


Só falta o café da avó para saber aos natais da nossa infância.

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Os dias da Linhaceira: 23 de Dezembro de 2009

Exactamente cem anos depois das grandes cheias, o concelho de Tomar voltou a ser atingido por uma intempérie. Neste caso, tratou-se de um vendaval. Rajadas de vento a velocidades anormais rugiram durante a noite, deixando um rasto de destruição.
As principais vítimas, no nosso território, foram árvores de grande porte, uma delas o cipreste que há décadas estava plantado, qual guardião, à porta da antiga Escola Primária da Linhaceira, depois EBM, actual ATL.
A fúria do vento arrancou-o pelo pé, deixando-o estendido ao lado do edifício ainda que, por um golpe de sorte, sem provocar mais estragos.




Também no Jardim-de-Infância da Linhaceira, um pinheiro foi arrancado pelo pé, caindo sobre a  vedação do recinto.

domingo, 22 de dezembro de 2013

Os dias da Linhaceira: 23 de Dezembro de 2012

Mas para fugirmos destes registos mais negativos e entrarmos no espírito natalício, não devemos também esquecer uma das mais recentes tradições linhaceirenses, mas que de ano para ano tem vindo a ganhar mais adeptos, e que hoje mesmo se repete.
Aqui fica uma foto da jornalista Elsa Ribeiro Gonçalves, de O Mirante, referente à concentração de pais natal de bicicleta do ano passado.
Afinal, faz todo o sentido, se recordarmos que as bicicletas estiveram no centro de manifestações populares na Linhaceira em 1 de Maio de 1928, em Outubro do mesmo ano e em Abril de 2008, só para citar alguns exemplos.

Os dias da Linhaceira: 22 de Dezembro de 1909

Continuando a compulsar as páginas dos "Anais" dedicadas às cheias de 1909, embora a maior parte das referências seja à cidade, o apontamento referente aos prejuízos causados na Fábrica de Papel da Matrena é bem elucidativo do impacto no nosso território.


Os dias da linhaceira: 22 de Dezembro de 1909

A dimensão das cheias do Nabão de 22 de Dezembro de 1909 está bem patente nas cerca de dez páginas que lhe são dedicadas pelos "Anais do Município de Tomar", de Amorim Rosa, onde raramente cada matéria ultrapassa um página.
Isso mesmo fica também hoje aqui evidente na BTL, com duas aberturas de texto para este assunto. Depois das imagens, deixamos aqui alguns trechos do que ficou escrito nos "Anais", com base nos extensos artigos também publicados na imprensa da época.




Os dias da Linhaceira: 22 de Dezembro de 1909

As maiores cheias do rio Nabão nos últimos 150 anos ocorreram no dia 22 de Dezembro de 1909, o mesmo ano em que a região já fora sacudida por aquele que foi também o maior terramoto do século em Portugal continental.
Na Fábrica de Papel da Matrena existe ainda a marca do nível que a água atingiu, cerca de um metro acima do nível da estrada na zona onde esta é mais baixa.
A água não terá chegado a ultrapassar o nível da ponte, mas os relatos orais transmitidos por pessoas dessa época diziam que muitos linhaceirenses subiram à colina mais próxima, na margem do rio, na espectativa de verem quando é que a força das águas derrubava a ponte.
No livro "Coisas simples da terra tomarense - O rio, os açudes e as rodas", de Nini Ferreira, há uma imagem desta cheia em Tomar, que aqui partilhamos a partir da sua publicação  no site Tomar Terra Templária.

 
 
Da Matrena, para se ter uma noção do carácter extraordinário de 1909, publicamos uma foto de Tito Costa, obtida nas mais recentes cheias de grande dimensão, em 2006, em que o nível da água ficou sempre abaixo do patamar do rés-do-chão da fábrica.
 


sábado, 21 de dezembro de 2013

Os dias da Linhaceira: 21 de Dezembro de 1914

No dia 21 de Dezembro de 1914, a Câmara Municipal de Tomar deliberou efectuar o pagamento da reparação do caminho entre a Matrena e a Linhaceira.
A este propósito, e não havendo (por enquanto) imagens antigas desse caminho, descobrimos uma do troço entre a Matrena e Santa Cita, no local onde hoje existe o Aqueduto de S. Francisco. O caminho não seguia o percurso actual, mas descia da igreja em direcção ao rio, por aquela que é hoje uma rua sem saída.
Não temos por enquanto datas exactas, mas é bastante provável que esta foto fosse anterior a 1914, uma vez que o novo troço de estrada seria construído para acesso à Fábrica de Papel, que começou a funcionar em 1900.

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Os dias da Linhaceira: 20 de Dezembro de 1964

Não é só de hoje que há distinções para os alunos linhaceirenses nas escolas da cidade. Em 20 de Dezembro de 1964, o jornal cidade de Tomar evocava os prémios entregues no dia 1 desse mês a alunos da então Escola Industrial e Comercial de Tomar (actual Escola Secundária Jácome Ratton)
que incluíram quatro rapazes oriundos da Linhaceira: Fernando dos Santos Cobra, António da Conceição Lopes, António Pereira e Dinis Lopes Garcia.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Os dias da freguesia: 19 de Dezembro de 1874

No dia 19 de Dezembro de 1874, por alvará assinado pelo Governador Civil de Santarém, foi extinta a Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Asseiceira.
Não deixa de ser curiosa a justificação, de acordo com a citação feita por Amorim Rosa nos "Anais do Município de Tomar": "por estar reduzida a 24 irmãos, dos quais apenas 14 sabiam, e mal, fazer o seu nome", além da "escassez de rendimentos; apenas 40$000 réis anuais [40 mil réis = 20 cêntimos em moeda actual]".
Por comparação, e segundo a mesma fonte, o preço médio do azeite era então de 110 réis o litro e o do vinho 30 réis o litro.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Os dias da Linhaceira: 18 de Dezembro de 1994

As comemorações dos 20 anos da Associação Cultural e Recreativa de Linhaceira tiveram direito a algo especial. Tratou-se da inauguração da nova sede, que foi então ocupar o espaço da antiga Casa do Povo.

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Os dias da Linhaceira: 17 de Dezembro de 1790

No livro "A vila de Asseiceira e seu termo", de Amorim Rosa, única obra publicada até hoje especificamente sobre a História da freguesia e do antigo concelho, a referência mais antiga que se encontra à Linhaceira é datada de 17 de Dezembro de 1790.
Trata-se da carta de examinação do ofício de lagareiro, passada a "Francisco Simões, dos Casais de Linhaceira", que foi julgado apto e capaz pelo juiz do ofício, Francisco da Costa.
A carta de examinação foi assinada pelo juiz ordinário, Manuel Simões Duarte, e pelos vereadores da Câmara de Asseiceira, António Francisco da Fonseca e António da Costa.



Recorde-se que, segundo a mesma fonte, dois anos depois o mesmo Francisco da Costa considerou apto para o ofício outro linhaceirense, Luís Francisco.


segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Os dias da Linhaceira: 17 de Dezembro de 1908

No dia 17 de Dezembro de 1908, a Câmara Municipal de Tomar deliberou efectuar o pagamento de 300$000 réis (trezentos mil réis) a Jacinto Vicente da Mota, por conta de metade do preço da obra de construção do pavimento do caminho vicinal do Cebolinho ao Chão da Roda, "entre os perfis 0 e 214".
Por curiosidade, aproveitamos a referência na mesma página dos "Anais do Município de Tomar", ao preço do vinho na época.

domingo, 15 de dezembro de 2013

Os dias da freguesia: 17 de Dezembro de 1993

No dia 17 de Dezembro de 1993, o jornal O Templário noticiava a construção do Jardim de Infância da Asseiceira. Infelizmente, a quebra demográfica e a pressão para encerrar escolas com poucos alunos, não permitiu que chegasse a funcionar durante vinte anos.
De facto, segundo o livro "Linhaceira e as suas escolas", de Miguel Garcia Lopes e Nuno Garcia Lopes, nos últimos vinte anos (analisados os resultados dos Censos), Asseiceira teve uma quebra populacional de 7,52%, enquanto a Linhaceira cresceu 4,44%. Santa Cita, o caso mais grave dentro da freguesia, perdeu nestes vinte anos 25,8% da população.

sábado, 14 de dezembro de 2013

Os dias da Linhaceira: 12 de Dezembro de 1976

Continuando na senda das eleições autárquicas, realizaram-se no dia 12 de Dezembro de 1976 aquelas que viriam a dar lugar ao funcionamento regular da Junta de Freguesia, com mandatos de quatro anos, após o 25 de Abril. Os resultados foram publicados no jornal Cidade de Tomar da sexta-feira seguinte e demonstram uma vitória clara do PS para a Junta de Freguesia. Tendo concorrido à Junta apenas o PS, o então PPD/PSD e o CDS, é significativo que tenha havido mais votos brancos e nulos (167) do que na terceira daquelas forças partidárias (144), embora em linha com o que aconteceu para a Câmara e Assembleia Municipal.


Este resultado conduziu ao primeiro mandato de Miguel Freire (Asseiceira,1932-2009), como presidente da Junta de Asseiceira, cargo para o qual foi reeleito sucessivamente até 2001.

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Os dias da Linhaceira: 17 de Dezembro de 1993

Os resultados das eleições autárquicas de 12 de Dezembro de 1993, mas também algumas peripécias da campanha eleitoral, nomeadamente um comunicado em que os habitantes das zonas rurais eram rotulados de "mais passivos na forma de viver" e "menos esclarecidos politicamente", motivaram um texto de opinião, assinado por "Um Linhaceirense devidamente identificado" e que foi publicado no jornal O Templário da sexta-feira seguinte.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Matrena: a Fábrica e a Ponte

Fugimos hoje um bocadinho ao esquema habitual deste blogue, na sequência da proveitosa discussão lançada pela publicação de uma foto da Ponte da Matrena, que datámos como possivelmente anterior à última década do século XIX.
A partilha no grupo Linhaceirenses e Amigos, no Facebook, provocou um conjunto de bem documentados comentários, nomeadamente por parte de Rui Garcia Simões, Luís Faustino, Francisco Lopes e Mónica Grácio.
Enquanto tentamos aprofundar as pesquisas sobre a origem da fotografia em causa (cujo original nos chegou inserido num documento de word), vamos dar mais algumas pistas que ajudem a tentar decifrá-la.
Para isso, publicamos um pormenor da fotografia em causa, mais ampliado e com manipulação dos contrastes, de forma a tornar mais visíveis os elementos que a podem ajudar a datar: a estrutura da ponte, vegetação "natural" na margem direita onde hoje está o edifício da fábrica, aquilo que parece ser um açude a um nível mais baixo que o actual e mais chegado para a margem direita, um edifício a meio da colina que aparenta ser da Quinta da Matrena e (no topo direito da foto), uma silhueta de edifícios que pode eventualmente ser da igreja e antigo convento de Santa Cita, sendo que o caminho para a Matrena era então pela rua (hoje sem saída) que parte da igreja.

 
 
Para comparação parcial (a tomada de imagens foi feita de um ângulo menos elevado), publicamos também uma fotografia mais recente).
 
 
 
Os mapas do Google (na versão online percebe-se melhor) ajudam a perceber a lógica da nossa interpretação, ao identificarem o edifício da Quinta da Matrena e a igreja de Santa Cita.
 



Os dias da Linhaceira: 12 de Dezembro de 1993

Foi no dia 12 de Dezembro de 1993, faz hoje exactamente vinte anos, que aconteceu um dos actos eleitorais mais notáveis de sempre na freguesia de Asseiceira. Notável porque, contrariando toda a habitual lógica partidária, a CDU ficou em segundo lugar na votação para a Assembleia de Freguesia, à frente do PSD - e apesar de na votação para a Câmara ter tido menos de metade dos votos dos "laranjas", numas eleições em que o PS (com Miguel Freire cabeça de lista à Junta e Pedro Marques à Câmara, ambos recandidatos) ganhou claramente.
Mas os resultados foram especialmente significativos na (e para a) Linhaceira, local onde o PS consegue habitualmente bons resultados, mas no qual, neste acto eleitoral, foi derrotado, com a CDU a conseguir um inédito e não mais repetido primeiro lugar com 52% dos votos.
Claro que tudo isto se deveu à lista apresentada por esta coligação, encabeçada por Jorge Franco, e que tinha como bandeira a criação da freguesia da Linhaceira. No sufrágio universal, os linhaceirenses disseram sim a essa ideia.

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Os dias da freguesia: 10 de Dezembro de 1873

Dois anos depois, novo acto eleitoral para as Juntas da Paróquia. Não sabemos a data exacta das eleições, mas foi na reunião de Câmara de 10 de Dezembro que se tomou conhecimento oficial dos eleitos.
No que nos diz mais directamente respeito, foram eleitos, como era habitual nessa época, um elemento da Asseiceira, Manuel Teodósio, e outro de Santa Cita, no caso Manuel Joaquim de Oliveira, que voltaria a ser eleito para o biénio seguinte. O facto de nos "Anais do Município de Tomar" ser referido ora como habitante de Santa Cita, ora da Guerreira, não é motivo para admiração, uma vez que os dois lugares se confundiam frequentemente nos documentos da época.


segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Os dias da freguesia: 10 de Dezembro de 1871

No dia 10 de Dezembro de 1871, segundo os "Anais do Município de Tomar", de Amorim Rosa, foram realizadas as eleições para as Juntas de Freguesia do biénio seguinte.
José Maria da Costa Morais, de Santa Cita, e José Godinho, da Asseiceira, foram os dois eleitos para a nossa freguesia.


domingo, 8 de dezembro de 2013

Os dias da Linhaceira: 8 de Dezembro de 1960

Foi apenas no dia 8 de Dezembro de 1960, há meros 53 anos, que a luz eléctrica chegou à Linhaceira e à Asseiceira.


Mas não foi um processo rápido nem fácil, como se depreende da notícia publicada no jornal Cidade de Tomar da semana seguinte.




sábado, 7 de dezembro de 2013

Os dias da Linhaceira: 7 de Dezembro de 1994

No dia 7 de Dezembro de 1994, a freguesia de Asseiceira chegou à Assembleia da República. Em causa, um requerimento do deputado do Partido Ecologista "Os Verdes", André Martins, dirigido á Câmara Municipal de Tomar, onde pedia esclarecimentos sobre todo o processo da prevista instalação do aterro sanitário nas imediações do Grou, qua seria confirmado naquele local no ano seguinte mas teve oposição em bloco da Assembleia de Freguesia e acabaria por ser construído na Chamusca.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Os dias da Linhaceira: 6 de Dezembro de 1992

O recorte do jornal O Templário anunciava a realização do 6º Grande Prémio de Atletismo da Linhaceira no dia 6 de Dezembro de 1992.
Foi uma das muitas actividades desportivas em que a Associação Cultural e Recreativa de Linhaceira tem sido pródiga ao longo destes quase quarenta anos de vida.