terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 31 - Alguns encontros improváveis em 2017

Aqui fica mais um conjunto de imagens do corso deste ano, quando os figurantes se misturam entre si ou com a (des)organização. E também esse improvável encontro com o veículo revolucionário do António Godinho que resolveu recuperar o personagem de 2006 que aqui mostrámos no domingo de manhã, longe de imaginar que seria uma fotografia premonitória de um Carnaval de excelência.




segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 30 - A explicação do sucesso em 2017

Aos 27 anos de realização oficial (muitos mais como mero divertimento), o Carnaval da Linhaceira está mais vivo do que nunca. O segredo do sucesso talvez se explique nestas três imagens do corso de ontem (fotos de Nuno Garcia Lopes).






domingo, 26 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 29 - Mais algumas imagens do corso de 2017

E aqui ficam mais algumas fotografias de Nuno Garcia Lopes referentes ao espectacular corso desta tarde.





O Carnaval na Linhaceira, 28 - As primeiras imagens do corso de 2017

Acabadas de tirar "do forno", aqui estão as primeiras imagens do corso de 2017, seguramente um dos melhores dos anos mais recentes.





O Carnaval na Linhaceira, 27 - Engenho e arte em 2006

Faz hoje exactamente onze anos, o domingo de Carnaval também calhou a 26 de Fevereiro. Nada como rever um dos personagens mais espectaculares desse corso de 2006 para nos prepararmos da melhor maneira para outra tarde inesquecível.

sábado, 25 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 26 - Piratas e descobridores em 2005

No dia em que começa oficialmente o Carnaval da Linhaceira de 2017, recuamos uma dúzia de anos para relembrar um corso em que o mar foi dos protagonistas principais. Em 2005 juntaram-se esta caravela dos marinheiros descobridores portugueses e este navio pirata, qualquer um deles belíssimas reproduções e com tripulação a preceito.


sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 25 - Desfile infantil de 2017

Duas perspectivas gerais do desfile escolar desta manhã, na Linhaceira. O Carnaval está aí.



O Carnaval na Linhaceira, 24 - Desfiles infantis em 2011 e 2013

Alfobre do futuro do Carnaval na Linhaceira, os desfiles infantis são sempre momentos intensamente vividos. Em 2011experimentou-se organizar um corso dos mais pequenos na tarde de sábado, documentado pela primeira fotografia. Mas o desfile escolar de sexta-feira é de há muito (ainda antes do Carnaval "oficial"), uma tradição arreigada na aldeia. Dele fica a segunda imagem, neste dia em que os alunos do pré-escolar e do 1º ciclo vão voltar a sair à rua.


quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 23 - G'andas máquinas em 2004

Hoje tem que ser com duas fotos porque, no ano em que Portugal realizou o Europeu de Futebol, destacaram-se no Carnaval da Linhaceira alguns carros espectaculares como é o caso do Batmóvel e de uma ampla limousine, ambos de fabrico local, naturalmente.


quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 22 - O processo Casa Pia em 2003

Rever imagens do passado recente do Carnaval da Linhaceira tem o sabor agridoce que esta revela, quando nos apercebemos de quantos dos mais divertidos foliões já nos deixaram. Porém, ficarão para sempre na nossa memória os personagens que representaram, como nesta recriação de um dos casos mais mediáticos da época, o Casa Pia, em 2003.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 21 - Concurso de fatos de papel em 2002

O concurso de fatos de papel é desde há muito uma das especificidades do Carnaval da Linhaceira, conjugando em si a habilidade técnica dos "costureiros" e o bom humor dos "modelos". Esta panorâmica dos concorrentes de 2002, obtida  no saudoso CAT, é um bom exemplo disso.

domingo, 19 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 19 - Coreografias deslumbrantes no ano 2000

Mais uma imagem icónica da evolução do corso linhaceirense ao longo do tempo. No derradeiro ano do século XX, esta coreografia permitiu obter imagens de grande impacto visual como a que vos mostramos. Ultrapassada definitivamente a época da decoração com mimosas, o Carnaval da Linhaceira caminhava cada vez mais para uma sofisticada criação de carros e guarda-roupas, com que a arte e engenho locais têm surpreendido os visitantes ano após ano.


sábado, 18 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 18 - O público entra na festa em 1999

Esta é uma imagem que foi ganhando consistência ao longo dos anos e era já uma realidade bem visível no Carnaval da Linhaceira em 1999: o público aumentava e começava a entrar na festa, sendo cada vez maior o número de foliões vestidos a rigor do lado de fora do cortejo, isto num ano em que também era evidente a presença de grupos organizados e carros alegóricos, não só de outras aldeias da freguesia, mas também de fora dela.


sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 17 - Avestruzes em 1998

Estes delicados avestruzes cavalgados por exímios montadores foram uma das atracções do Carnaval da Linhaceira em 1998.


quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 16 - As meninas dos telefones em 1997

Faz agora apenas 20 anos, mas poucas coisas terão evoluído tanto nestas duas décadas, de tal modo que os mais novos até poderão ter que pensar um pouco para identificar estes aparelhómetros. Os velhinhos telefones de discar fizeram furor no Carnaval da Linhaceira em 1997, ou não fossem envergados por algumas das meninas mais bonitas cá da terra.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 15 - Bom humor e muito público em 1996

Nesta fotografia de 1996 é visível a grande afluência de público que já então acorria de toda a região envolvente para assistir ao corso do Carnaval da Linhaceira. À frente do cortejo, Augusto Lopes, então mestre de cerimónias, acompanhado de uma esbelta dona de casa com a sua galinha de estimação.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 13 - A rábula da inauguração do aterro em 1995

Ainda em 1995, o Carnaval da Linhaceira ficou igualmente marcado pela divertida rábula da inauguração do aterro sanitário, que decorreu na tarde de sábado nas instalações da ACRL (antigo CAT). Mais uma alusão aos temas candentes da época: a criação do aterro sanitário intermunicipal (que acabaria por ser instalado na Chamusca, onde ainda hoje funciona) e que esteve inicialmente previsto para a freguesia de Asseiceira. O vídeo do Dinis Lopes permite recuperar esse momento de antologia.

domingo, 12 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 12 - A Frente de Libertação em 1995

Num ano em que foram já diversos os carros alegóricos a destacarem-se pela sua espectacularidade, o Carnaval de 1995 ficou marcado pela curiosidade de uma brincadeira de um suplemento humorístico (A Melga, do jornal o Templário) ter resultado num excelente carro: o navio de guerra da FLEL - Frente de Libertação do Enclave de Linhaceira. Um assunto que tinha tudo a ver com a actualidade local, já que se vivia nessa época a tentativa de criação da freguesia de Linhaceira.


sábado, 11 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 11 - A primeira grande construção em 1994

Foi já no Outono de 1993 que o filme "Parque Jurássico" estreou em Portugal, mas bastaram escassos meses para que servisse de inspiração ao primeiro carro realista e espectacular do corso linhaceirense. Obra de uma dupla (Jorge Franco e Maurício Alves) que ano após ano tem conseguido surpreender com as suas criações, o Dinossauro abriu bocas de espanto e caminho para uma sofisticação que hoje é regra geral no Carnaval da Linhaceira. O filme de Spielberg terá sido também o pioneiro para a utilização no corso de referências cinematográficas, hoje uma prática frequente.



sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 10 - A equipa da velha guarda em 1993

Nos primeiros anos do Carnaval organizado na Linhaceira eram também frequentes divertidos jogos de futebol do género solteiros contra casados. De 1993 ficou para a posteridade esta pose de campeã da "velha guarda".

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 9 - Intervenção cívica em 1992

Após vários olhares sobre os primórdios, entramos hoje na fase do Carnaval como evento oficial na Linhaceira. Ainda com uma produção de guarda-roupa e carros alegóricos muito rudimentar (principalmente quando comparado com produções monumentais, mas sempre artesanais e feitas na aldeia ou arredores, logo poucos anos depois), o corso de 1992 ficou marcado por algo que tem sido transversal - uma atenção muito grande aos acontecimentos nacionais e internacionais. Neste caso, pode-se falar mesmo de intervenção cívica com este "míssil por Timor", a "nossa mensagem à Indonésia" numa altura em que a ocupação de Timor-Leste era um tema sensível para toda a comunidade portuguesa.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 8 - E depois de Abril

Curiosamente, em 1975, esta notícia do jornal O Templário dá conta de alguma desilusão com os festejos de Carnaval na Linhaceira. Na primeira vez após o 25 de Abril, é possível que a recém conquistada liberdade (principalmente de expressão) fizesse com que esta ocasião não fosse tão necessária como antes para exprimir o que não se podia fazer nos outros dias

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 7 - Jogos de entrudo

Para além dos ranchos e outros grupos organizados de Carnaval, de que aqui temos falado nos últimos dias, eram frequentes na Linhaceira as partidas de Entrudo (então uma designação mais comum).
O texto "Jogos de Entrudo", de Miguel Garcia Lopes, aborda (com nomes fictícios, para não ferir susceptibilidades), algumas dessas partidas habituais durante grande parte do século XX, mesmo quando o poder não convivia muito bem com tais "subversões".
Aqui fica um excerto desse texto, publicado há duas décadas atrás no jornal O Templário.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 6 - Um grupo familiar

É também uma das mais antigas fotografias que conhecemos de um grupo familiar organizado para o Carnaval na Linhaceira, datável pelos inícios dos anos 1960, com Manuel Lopes e os seus filhos, todos vestidos a preceito e equipados com instrumentos musicais. Importante ainda pelos muitos "mirones" presentes. Quem identifica?

domingo, 5 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 5 - Uma notícia de 1960

Em 6 de Março de 1960, o jornal Cidade de Tomar publicava esta breve notícia sobre o Carnaval na Linhaceira, onde se falava no rancho, possivelmente este.


sábado, 4 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 4 - Um rancho em 1993

A tradição dos ranchos de Carnaval não se perdeu na Linhaceira com o advento do corso organizado na década de 1990. E é possível recuperar as imagens de 1993, graças a este vídeo de Dinis Lopes que, sempre atento, no-lo fez chegar entretanto. Assim se constrói uma bibliomediateca comunitária.


sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 3 - Um rancho em 1940

Datada de 6 de Fevereiro de 1940, esta fotografia é a mais antiga que conhecemos de um rancho de Carnaval na Linhaceira, praticamente uma geração antes daquele que mostrámos anteontem. A foto foi originalmente cedida por Manuel Sousa, segundo o Rancho Folclórico de Linhaceira.


quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 2 - Uma orquestra em 1959

Depois de começarmos ontem a falar da longa tradição do Carnaval na Linhaceira, mostramos hoje a Orquestra Não Há Pai, brincadeira feita pelos rapazes do Rancho Folclórico Flores do Ribatejo, igualmente no Carnaval de 1959, também esta fotografia cedida gentilmente por Manuel Diamantino, juntamente com a identificação dos participantes.
Assim, na fila da frente, temos, da esquerda para a direita: Manuel Marques, Manuel Sirgado Marques, António Brás Lopes, Manuel Diamantino e Vítor Brás Lopes.
Na fila de trás: Manuel Bernardino, Jorge Santos, Vítor Sousa, Fernando da Silva, Fernando Salvador e Cipriano Lopes.
Fica por identificar o rapaz apanhado no enquadramento.



quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

O Carnaval na Linhaceira, 1 - Um rancho de 1959

Este ano o Carnaval é só no último dia do mês, mas, consoante as luas (explicamos aqui como funciona esse calendário), pode começar a ser festejado logo no início de Fevereiro. Por isso, a partir de hoje, a Biblioteca de Temas Linhaceirenses começa uma série especial dedicada à festividade mais mediática da nossa aldeia.
A tradição do Carnaval na Linhaceira vai muito para além da visibilidade que o corso organizado começou a ter na última década do século XX. De facto, a prática de partidas nem sempre muito suaves no Entrudo vai até onde chega a memória oral.
Mais recentemente, e em particular pelas décadas de 1950 e 1960, existiram ranchos de Carnaval, devidamente organizados e com indumentária própria. É o caso do Rancho Folclórico Flores do Ribatejo, de que hoje relembramos uma foto rara, gentilmente cedida com as respectivas identificações por Manuel Diamantino.
Temos então, na fila da frente, da esquerda para a direita:
Aida Costa, Florinda Lopes, Maria Marques Lopes, Maria Fernanda Brás Lopes, Fernanda Salvador, Vítor Brás Lopes.
Atrás, da esquerda para a direita:
Cipriano Salvador, Maria Marques, Manuel Marques, Ilda Lopes, António Brás Lopes, Maria Luís, Manuel Bernardino, Vitor Sousa, Belmira Sousa, Lurdes Sousa, Hortense Alves, Maria Salvador, Manuel Diamantino, Fernando da Silva, Maria Lopes, Fernando Salvador, Adélia Costa, Jorge Santos, Manuel Sirgado Marques.